13/12/2018

PESSOAS SÃO CONVEXAS E COMPLEXAS


As inúmeras teorias que buscam entender o Ser Humano se debatem a milênios para encontrar uma fórmula exata que expliquem nosso comportamento, nossas ações e reações, nossas neuras, nossos medos, enfim nosso emaranhado psicológico.

A ciência médica evolui a cada dia muito mais do que se possa imaginar e nela se apoia o aumento médio do tempo de vida humano. Uma ciência exata que avalia nossa complexa biologia e encontra caminhos de cura, prevenção e desenvolvimento de escudos contra doenças, diferente da ciência que busca explicar o comportamento humano.

Na minha visão a ciência do psicológico nunca poderá chegar a uma relação exata que explique nosso comportamento simplesmente porque somos Seres Convexos e Complexos.
Somos convexos porque somos protegidos pelas formas arredondadas do pensamento, nada é tão reto que não possa ser modificado, ser adaptado, ser modificado. Nenhuma decisão é fechada em si mesma. Nos protegemos pelas curvas da convexidade e com elas, da mesma forma que a lente do óculos convexa é indicada para corrigir a miopia, enxergamos mais longe e isso nos protege, nos dá segurança e permite que nos adaptemos às circunstâncias, nos faz sobreviver.

Somos complexos, ah sim essa complexidade extremamente difícil de decifrar que nos atrai entre nós, que promove as ligações da curiosidade que alguns chama de Amor.
Pessoas complexas raramente sabem o que querem, mas frequentemente sabem o que não querem. É um tipo de gente que não sabe comer a vida pelas bordas e já enfia a colher, com tudo, no meio da sopa. Arriscam queimar a língua, porque sabem que se queimar, passa. Ninguém morre de queimadura na língua, como ninguém morre de coração partido, de dor de cotovelo ou frustração.
Não conseguimos olhar para o mundo e aceitar simplesmente. Questionamos o tempo todo tudo. Chatas? Talvez, mas é que não conseguimos existir de outro modo. Estamos cansados do mundinho previsível, das pessoas tão quadradas, das possibilidades pequenas que o mundo oferece. Está certo que a vida nos atende escassamente, disso já sabemos. Mas para nós é a morte levar a vida a acomodar-se. Fazer as coisas porque vai ser mais confortável ou socialmente aprovado. Não se trata de rebeldia, nem de originalidade. É apenas que um coração complexo pulsa em arritmia, tem um compasso diferente, que se mistura frequentemente ao passo descompassado do mundo e da vida.
Acreditamos na vida. Temos fé no amor e nas relações humanas. Olhamos o mundo e enxergamos suas limitações, mas também, os seus encantos. Somos abertos ao novo. Gostamos de experimentar sabores, cores, amores, formas, conteúdos, jeitos, gentes, teorias. Somos orgânicas,  recicláveis, sustentáveis.
Acreditamos que as pessoas são o que dizem, o que pensam, o que sentem. Ninguém é o que tem. Gostamos de arte, de gente, de música, de viagens. Amamos a liberdade e não sabemos viver sem ela. Gostamos de se emocionar com a vida e com o mundo. Nunca se acostumam a ver pessoas morando na rua, crianças pedindo dinheiro no semáforo. Choram com certas cenas da vida e lutam para que o mundo seja um lugar mais justo, mais acolhedor, com mais oportunidades para todos. Fazemos, todos os dias, pequenas revoluções.
Adoramos conhecer lugares novos para formar novas memórias. Conhecer gente nova, para construir novas histórias. Contudo, carregamos o passado, com seus ensinamentos e seus momentos inesquecíveis, sempre bem junto. Nos reconhecemos nos lugares e adoramos andar em bando. Ficar juntos falando de assuntos complexos ou de bobagens. Mas bobagens sinceras, coisas do bem. Pensamos que a vida é uma só, sem ensaio e sem after. Assim, vivemos cada dia como se fosse o único, como se fosse o último.
Somos pessoas sensíveis, que buscam extrair da vida sua essência e que querem traçar seu próprio destino. Acreditamos na construção da felicidade e acreditamos que essa não está na conta bancária, nem em um marido ou mulher que os espera em casa, nem em um filho, mas em cada um de nós.
Somos complexos porque temos alma de poeta mesmo quando nunca escrevemos sequer um verso.
Até o próximo encontro com nossa convexidade e complexidade a flor da pele!
Vitor Marques
Executivo de RH, Coach e Palestrante

TEMPERANDO A TRANSFORMAÇÃO



A PIMENTA AGUÇA NOSSO APRENDIZADO DOS SENTIDOS

Empreender é trazer a PIMENTA continuadamente na mesa, pronta para a degustação!
Na vida aprendemos com muitas coisas, aprendemos a falar, andar e correr. Aprendemos pelos ensinamentos genéticos e pelos ensinamentos daqueles que nos amam. Aprendemos pela sabedoria da observação pelo exemplo, claro que isso ocorre desde que tenhamos aprendido a separar os bons exemplos ou pelo menos a não realizar os maus exemplos.
No decorrer de nossa caminhada vamos ficando mais sábios, maduros, ”Senhores de Si”. Chegamos à beira da autossuficiência e em muitos momentos travados pela nossa própria teoria de sabedoria autossuficiente desprezamos conselhos e exemplos que no passado teriam sido nossa Lei, nossa fonte de inspiração.
Alguns aprendem a amar, outros a odiar. Alguns aprendem a respeitar a opinião de outras pessoas, outros agem por conta própria sem levar em consideração o outro. Alguns aprendem a conviver em família, grupo ou comunidade, outros aprendem a usar os outros em seu beneficio próprio. Alguns aprendem que o futuro é o objetivo, outros aprendem que o importante é viver bem o presente, outros ainda vivem do e para o passado. Alguns olham para trás e aproveitam suas experiências para não cometer os mesmos erros, outros continuam errando mesmo tendo errado várias vezes no mesmo cenário. Alguns aprendem a aprender, outros insistem em desaprender o que foi aprendido.

A sabedoria em aprender reside quando tomamos consciência de que morreremos ignorantes de tudo aquilo que não sabemos, reside na sabedoria que o simples fato de saber é um degrau para novos aprendizados. A sabedoria reflete o acumulo do saber, o saber é algo que se conquista através da partilha do conhecimento. Todos nós no decorrer da vida acumulamos conhecimentos que nos foram transmitidos, mas que ao mesmo tempo conquistamos por pernas próprias. Se tivermos o conhecimento não significa que somos sábios, só o seremos se compartilharmos este saber com os outros, no presente e acima dele, nosso conhecimento será outro, pois cada um de nós agrega novos conhecimentos aqueles que foram gerados pelos outros e por nós mesmos.

Muitas vezes só nos damos conta da falta de algo quando dele ficamos necessitados. Se estivermos com frio necessitamos de uma blusa, se estivermos com calor necessitamos algo que nos refresque e assim por diante.

Não há saber sem Sabedoria, pois a Sabedoria é a arte de transmitir o saber, se apenas acumulamos o saber e não o compartilhamos não atingimos a êxtase da Sabedoria. Se não compartilharmos o saber seremos condenados a ineficácia do aprendizado obtido que se extinguirá no ostracismo de um museu, sem serventia além da contemplação.

Nos dicionários encontramos como definição de Sabedoria que ela é o conhecimento da Verdade, encontramos ainda que Sabedoria está relacionada com o caráter de Deus, seja qual for o nome que você dê a ele, portando o divino é acumulador da Sabedoria, isso explica que atingir a Sabedoria Total é divino e com certeza ficaremos longe, muito longe disso mesmo após uma vida inteira vivida.
Afinal, o que tem a ver a Pimenta com tudo isso? Aprendi que os Seres Humanos serão mais sábios quando experimentam a Pimenta na vida, o ardor do desconforto que ela provoca no paladar culminando com a busca pela água para aliviar esse momento desconfortável, sendo assim, na vida em todos os momentos que a necessidade, que os percalços nos impõe restrições, assim como a Pimenta, nossa atitude é buscar o Saber, sim a Sabedoria para aliviar esses momentos e buscar o prazer, a tranquilidade, a solução de nossos problemas, assim como a água que alivia o ardor da Pimenta. Uma definição universal é descrita como: A Sabedoria é obtida pela necessidade humana em ultrapassar barreiras, sobreviver.

Se nós não temos o suficiente em água continuaremos a buscar mais e mais até que aliviemos de vez a sensação de ardência, assim é a busca pela Sabedoria, um ato constante e que ocorre a cada segundo de nossa vida, pois buscamos incessantemente a satisfação, a Felicidade que o saber nos proporciona, a janela da alma aberta ao mundo como passagem da troca continua que devemos realizar com o Universo, a busca pela Sabedoria.

Finalmente, nunca conheci um EMPREENDEDOR que não tivesse continuamente uma PIMENTA em sua degustação diária. É a PIMENTA, ou melhor, os DESAFIOS DE CADA DIA que impulsionam a energia da ATITUDE EMPREENDEDORA. Se você vive num mar de rosas não terá a PIMENTA para conquistar a Sabedoria de Empreender então ao invés de reclamar das PIMENTAS DE SUA VIDA, agradeça porque serão elas que o levarão ao Sucesso, a Sabedoria.

Você é um Sábio? Talvez não saiba disso, mas entenda que só o será (sábio) se compartilhar cada pedacinho do sua Sabedoria com sua comunidade, com seus amigos, com sua cidade!

Vitor Marques
Executivo de RH, Coach e Palestrante




O QUE É FELICIDADE? TRANSFORMAÇÕES DURADOURAS


O Ser Humano se diferencia dos demais animais pela capacidade de dominar seus instintos, um exemplo disso é que você nunca viu um animal fazer greve de fome enquanto um Ser Humano o faz para obter algo com essa atitude. Outra característica é que o animal busca a sobrevivência enquanto o Ser Humano busca a “Felicidade”, mas afinal o que é Felicidade?

O país chamado Butão é considerado um dos países mais felizes do mundo, inclusive na economia eliminou os indicadores de PIB (Produto Interno Bruto) pelo indicador FIB (Felicidade Interna Bruta), nesse país o mais importante é ser feliz. Sabemos da recorrência mundia nesse momento de buscar a união entre o trabalho e satisfação, esta última podemos renomear com felicidade profissional, essa tendência está baseada na afirmativa que profissionais felizes são mais produtivos e disseminam essa felicidade aos colegas e clientes.

A felicidade profissional tem sido reconhecida em profissionais que atuam em empresas que valorizam reconhecimento, realização pessoal, tranquilidade, alegria, bem-estar, evolução de carreira, benefícios abrangentes, valorização das relações, coparticipação, liberdade criativa, dentre outras características. Mas é consenso que na atual economia mundial proporcionar essa gama de pílulas de felicidade profissional fica cada vez mais complicado, afinal o poder do capital permeia as possibilidades do fazer ou não fazer.

Uma das saídas encontradas pelas empresas é buscar profissionais que já tragam em seu perfil essa felicidade profissional, que já tenham uma autoafirmação de fazerem o que gostam, de terem na sua capacidade de resiliência a característica de através do mínimo obter o máximo de motivação e “autossuficiência feliz”, o que seria essa última característica?

A “autossuficiência feliz” é uma característica comportamental do profissional que em todas suas relações (sociais, pessoais e profissionais) tem aptidão de aumentar seus recursos de forma continuada e autossustentável, aquele que “corre atrás” de potencialidades para superar suas deficiências técnicas e comportamentais, é aquele que soma a sua rotina a atividade em prol do outro, podemos chamar do voluntário contumaz, o “pau pra toda obra”, é aquele que é “harmonioso por natureza”, é o equilibrado em tudo e como faz. Normalmente essas pessoas consolidam um perfil onde a competência técnica e social é harmonizada com a eficácia no trabalho tudo isso com o tempero da alegria permanente no e naquilo que faz, seja de um pequeno projeto ou função até os grandes projetos.

Em Harvard (Universidade dos Estados Unidos) um dos cursos mais populares ministrados é o de Psicologia Positiva que tem o professor Sharar à frente, esse curso atrai mais de 1.400 aliunos por semestre e mais de 20% dos alunos graduados aceitam incluir essa especialidade em suas grades curriculares. Qual a razão disso?

Ocorre que a principal linha desse curso é a concentração na Felicidade, na autoestima e na motivação. O curso dá ferramentas para obter sucesso nessas práticas e enfrentar a vida com razões fantásticas para viver. Sharar destaca 14 dicas para melhorar a qualidade de nossa felicidade contribuindo assim para uma vida positiva, vamos ver quais são elas:
1-      Agradecer a Deus (Seja qual for o nome que você dê a ele) pelo que você conquistou, especialmente as características pessoais e depois as conquistas terrenas.

2-      Gaste seu dinheiro com viagens, cursos e aprendizado. Não seja fútil em seus investimentos
3-      Use sempre sapatos confortáveis
4-      Ouça boa música e leia livros, sabe aqueles feitos de papel
5-      Nunca deixe de praticar regularmente uma atividade física;
6-      O que você come impacta diretamente sua saúde e bom humor, portanto alimente-se equilibradamente;
7-      Enfrente os seus desafios, não os terceirize e nem fuja deles;
8-      Seja Assertivo;
9-      Um bom café da manhã é fundamental para cada dia de sua vida, capriche nisso;
1-   Sempre cumprimente as pessoas, em qualquer lugar e a qualquer hora, seja bom com as pessoas e faça boas ações todos os dias, mesmo que ninguém saiba disso, apenas você;
1-   Coloque em todos lugares boas memórias, frases e fotos daqueles que ama. Seja motivador de você mesmo, afinal que mais o ama creio ser você mesmo;
1-   Cuide da sua postura;
1-   Sinta-se atraente, cuide-se cada segundo da sua existência;
1-   Finalmente, acredite em Deus (Seja qual for o nome que você dê a ele), pois só com as bênçãos divinas tudo será superado, nada será impossível e a sua felicidade será plena.

Enfim, há movimentos que ocorrem e que não terão volta, essa tendência na busca pela felicidade corporativa baseada na interação humana x trabalho é uma delas. Como você deve ter percebido grande parte dessa transformação está dentro de nós, de nossas competências comportamentais e de nossa razão pessoal de buscar a felicidade.

SEJA FELIZ!

Vitor Marques - Executivo de RH, Coach e Palestrante

26/11/2018

COMO AUMENTAR SUAS CHANCES DE RECOLOCAÇÃO

Não há uma fórmula exata para que a recolocação profissional esteja garantida, há sim um conjunto de atitudes que podem aumentar as chances de que isso aconteça. É evidente que essas atitudes estão diretamente relacionadas a capacitação de cada um, a força e intensidade que se dá a cada ação, a busca incessante de evolução técnica e especialmente de evolução comportamental, haja vista que essa última é uma característica que o mercado valoriza muito pois não pode ser ensinada em um curso formal, é desenvolvida ao longo da vida.
Pensando assim a PSM Company vem sugerir algumas atitudes que podem aumentar consideravelmente suas chances de recolocação profissional, vamos a elas:
1-      EVOLUÇÃO – Você tem profissão definida, se sim é hora de a cada dia buscar saber mais sobre as novidades que ela absorve. Não há profissão estagnada, todos dias novidades são compartilhadas, portanto ESTUDE continuadamente;
2-      FOCO – O seu objetivo profissional deve estar claro, você deve estar certo do que quer porque se isso não acontece aqueles que o avaliarem não saberão como utilizar o que você tem de melhor a oferecer. Defina os detalhes desse objetivo como: Cargo, Região que deseja atuar, Remuneração e benefícios mínimos necessários, dentre outras particularidades;
3-      CURRICULO (PORTFÓLIO) – Revise o seu material de “venda”, pode ser o currículo e/ou seu portfólio, esse material é seu principal cartão de visitas e deve ser elaborado de forma atrativa, destacando-se dentre os outros candidatos. Seja inovador e claro;
4-      MÍDIAS SOCIAIS – Linkedin é uma ferramenta reconhecidamente positiva para sua visibilidade, faça aumentar as visitas no seu perfil, torne-o atrativo e participe das discussões pertinentes a seus objetivos profissionais. Se possível post artigos que demonstrem suas opiniões e entendimento dos assuntos relacionados aos seus objetivos. Não publique ou comente postagens que não estejam dentro de seu foco. Não se esqueça que outros canais onde você pode estar em evidência, pesquise dentro do foco de sua função;
5-      PERMANEÇA ATIVO – Porque não continuar atuando na sua profissão? Busque uma ONG, uma entidade voluntária e se coloque a disposição para dentro de profissão ajudar à comunidade e ao mesmo tempo manter-se ativo, antenado. Essa atitude é um diferencial altamente valorizado pelos recrutadores;
6-      A ENTREVISTA – Você deve estar permanentemente preparado para elas, como? Mantendo-se informado das atualidades de sua profissão, alinhado com o comportamento ideal que você deve possuir profissionalmente e pessoalmente falando. Deve ter os detalhes de sua carreira plenamente consolidados, tais como: Os objetivos, porque são assim; Motivos de saída das empresas em que atuou, pontos comportamentais a melhorar, pontos positivos que possui, etc.;
7-      NETWORKING (REDE DE RELACIONAMENTOS) – Mantenha-se conectado com sua rede de contatos, não só no desemprego, mas mantenha esse contato sempre, isso é fundamental nos dias atuais e no futuro, com certeza! Busque dentre eles aqueles que podem te ajudar num momento da busca pela recolocação, seja transparente sem ser chato;
Você pode estar desempregado, mas não congelado, a vida profissional continua. Você não deve ficar se lamentando e deixar o marasmo tomar conta de seus dias. Procure na medida do possível, manter uma rotina profissional diária. Mantenha horários para atuar em cada dica que aqui foi colocada, mas é certo que há outras ações a tomar, afinal você tem mais informações sobre você do que nós. Mantenha-se ativo e com foçonas suas metas, isso garante seu sucesso, um sucesso proporcional a sua capacidade de ter e manter atitude transformadora, transformando sua própria vida.
Mas uma coisa, essas atitudes não são só para quem está desempregado, são adequadas e possíveis, adaptadas a esse status, para quem está trabalhando, afinal devemos manter permanente e evolutiva nosso nível de empregabilidade em alta.
SOBRE A PSM COMPANY
PSM Company, especializada em terceirização de profissionais, oferece soluções em terceirização, seleção, contratação e migração de profissionais e equipes, visando à continuidade dos serviços e proporcionando a mitigação de riscos ao longo prazo. Utilizamos ferramentas próprias para avaliação técnica e comportamental de candidatos e implementamos nossos processos estruturados para a gestão de profissionais (Pessoas) garantindo segurança fiscal a nossos clientes (risco zero) através da correta aplicação da legislação trabalhista e fiscal em nossos processos gerenciais. Saiba mais sobre nossa empresa www.psmcompany.com.br.
“Buscamos pessoas para tender pessoas”, afinal acreditamos que todos os resultados das empresas acontecem através delas e com elas – PESSOAS.
Vitor Marques

SUCESSO é o desejo da PSM Company.

05/10/2018

BRASIL – TRANSFORME-SE AGORA OU CALE-SE PARA SEMPRE!




Hoje, a esta altura você deve ter definido seu voto ou até mesmo já o definiu; pode ainda se está lendo este artigo no domingo, já ter votado. Pois bem, de uma forma ou outra sua decisão pessoal encaminhará uma “solução política” para seu país, ou melhor, poderá ser que assim ocorra.
A decisão do “povo” é soberana na sua essência e o resultado de nosso voto pode transformar ou afundar ainda mais o país. Não sabemos dos resultados de fato, mas queremos os resultados de direito. Quais são eles:
·        Um país justo: Onde desigualdades desapareçam, onde todos possamos ter acesso aos mesmos direitos em quaisquer circunstâncias. Onde a justiça seja realmente cega na sua aplicação, mas justa na sua execução.
·         Precisamos de um Brasil que digno, justo, bem administrado, respeitado por todos os seus habitantes e por todo planeta, com oportunidades semelhantes para todos e opções de caminhos diversos e difusos a seguir, porém todos com dignidade e reconhecimento social e civil.
·         “Quero nosso país de volta!”. O que se ouve no Brasil é uma retomada de posicionamento que já tivemos por poucos momentos e que precisamos torna-los permanentes, todos queremos o próprio país de volta.
·         Queremos e precisamos ser FELIZES - Todos nós buscamos em nossa vida pessoal a felicidade, não queremos que essa felicidade seja limitada a uma ou outra dimensão da vida. Buscamos ser felizes na vida pessoal. Buscar a felicidade não significa ser egoísta, pois normalmente se estamos felizes transmitimos isso às pessoas que conosco convivem. No decorrer da vida buscamos criar condições para atingir a felicidade plena, porém nossos conceitos de felicidade são diferentes de pessoa a pessoa. Alguns esperam os grandes momentos, outros acreditam que a felicidade é a soma dos pequenos momentos felizes, é a visão homeopática da felicidade. Nosso país precisa ser mais feliz, nosso país precisa voltar a alegria do “ser brasileiro e não desistir”, do “Deus é brasileiro”.

As eleições precisam transformar esse país, você foi e é responsável por isso. Todos os dias a partir de agora devem ser DIAS DA INDEPENDÊNCIA, todos os dias devem ser dias de mudar a nossa história de futuro, pois o passado deve ser olhado apenas como aprendizado. Os próximos dias e anos devem ser os melhores de nosso país, os melhores momentos que veremos nos compêndios históricos, assim como hoje é o dia da eleição transformadora.

Na célebre frase promulgada por D. Pedro neste dia 7 de setembro há muitos anos atrás, "INDEPENDÊNCIA OU MORTE” plantava-se a semente para um país justo, sem discriminações, sem defesas de interesses pessoais e sim com foco na busca da defesa dos interesses comuns; onde se plantava a fé no futuro, a esperança da conquista de liberdade e igualdade.
Mas hoje quero ressaltar a segunda frase mais importante que nosso país deve realmente praticar: “ORDEM E PROGRESSO”. É esta frase que deve transformar nossos dias em melhores dias, transformar e direcionar as decisões políticas e cidadãs.

Nós não podemos nos aquietar e terceirizar a melhoria em nosso país, não basta só votar, temos que cobrar, gerenciar os eleitos e promover ações de melhoria, criatividade, inovação e atitude transformadora.

O Brasil precisa de você, da sua atitude, da sua energia transformadora. Ficar na cadeira esperando a solução não mudará nada, tudo ficará igual ou pior do que está hoje.

Portanto, mude, transforme sua atitude e “ABRA SEUS OLHOS”, não deixe a cortina das ideologias apagar a realidade dos fatos. Cadeia aos corruptos, bandidos e a todos os que imputam ao meu país apenas a palavra MORTE, aquela que fez parte do grito da independência

ACORDA BRASIL!
Até a próxima semana!



MARTA PARA OS "INTIMOS"



O planeta Terra é toda a intimidade conquistada por ela! Creiam.

Quem afinal é Marta? Quem é essa mulher “poderosa” e talentosa que ultrapassou as barreiras do esperado somado ao inesperado, ou seja, do impossível? Quem é essa mulher seis vezes eleita a melhor jogadora de futebol do mundo, mais que qualquer homem, mesmo CR7 ou Messi?
Quem são as Martas espalhadas pelo Brasil, que não aparecem nas estatísticas da mídia, mas que são vencedoras mundiais na capacidade de superação, de transformação do intransponível no possível?



Queria mais Martas, sem sexo biológico, mas com sexualidade e alma plena de brasilidade, quem reconhece no Barão do Rio Branco, no Afrânio de Melo Franco, em Oswaldo Aranha, em Raul Fernandes, Marechal Rondon, Josué de Castro, Dom Helder Câmara, Chico Xavier, Irmã Dulce, Dom Paulo Evaristo Arns, Betinho, Zilda Arns, Caetana Brancati Luigi, Maria da Penha – as (os) verdadeiros designados “Martas” da referência brasileira. Referência de suas considerações mundiais em algum momento como Nobeis da Paz.

Quem reconhecer as Martas como: João Pulo, Sennas das pistas, Jobins e Carmens da música. Me pergunto todos os dias onde estão as Martas de meu país?

Um país que sofre a demagogia dos corruptos, o desprezo dos heróis que não conseguem ser o que são, apenas são o que desejam sem poder de o serem. Um país que se propõe a ter grupos ditos como de arte e se autodenominam como “Putinha Aborteira” e que em um canal de tv dito como referência de cultura (TVE) e custeado por nós, fazem escárnio a religião, a humanidade, aos costumes e tradições e a decência de todas as gerações passadas e futuras.

Um país que mata milhares de crianças todos os dias, pela fome, pela falta de proteção a saúde, pela falta de cultura. Afinal morrer não é só deixar de viver uma vida biológica terrena. Morrer é ser analfabeto funcional, morrer é não ter oportunidades, morrer é não ter direito a infância, morrer é ter a imposição dos escárnios opressores e ditatoriais daqueles que se denomina elite de pensadores, magistrados autointitulados como donos da vontade de todos. Morrer é não ter a sua vida na ponta dos dedos e sim na ponta da faca daqueles que já falamos aqui: corruptos e corruptores.

Nossa república tupiniquim carece de Martas, carece de respeito, carece de paz, carece de humanidade.

Martas nos enchem de orgulho, é bem verdade que poucas permeiam nossa história, mas hoje desejo reconhecer isso e prestar todo meu respeito e honra. As Martas dos becos, das famílias, dos hospitais, das escolas, das empresas; há muitas Martas escondidas, muitas Martas esquecidas.

As Martas meu incentivo de luta, de fé, de persistência. Não quero abandonar vocês Martas, muito embora muitos de nossa política usurpadora assim deseja.

Enquanto tivermos Martas resta esperança, a esperança da sobrevivência, a esperança da superação.
Por isso quero tratar minhas Martas como guerreiras (os), ser íntimo delas, pois é só com essa luta inspiradora que teremos a conquista da PAZ tão sonhada, assim como dizia Betinho... “de repente como tudo acontece”.

Viva as Matas de meu Brasil, seja consciente e as respeite e se inspire.

Vitor Marques
Executivo de RH, Coach e Palestrante