VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

29/08/2008

BOICOTE - FILME "TROVÃO TROPICAL"

Olá amigos

Recebí o manifesto abaixo da Sra Marta Gil e repasso para conhecimento de todos
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Caríssim@

Amanhã entra em cartaz nos cinemas brasileiros o filme "Trovão Tropical" e
nós gostaríamos de lhe fazer dois pedidos: NÃO ASSISTA ao filme e distribua
esta mensagem para todas as pessoas que acreditam que respeito é algo
fundamental nas relações humanas.

Somos pais de crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual e
pessoas e grupos interessados na defesa dos direitos humanos e direitos
fundamentais das pessoas com e sem deficiência. Estamos aderindo a um
boicote internacional, iniciado nos Estados Unidos, ao filme "Trovão
Tropical".

Temos visto ultimamente um aumento do uso de terminologias pejorativas e de
agressão gratuita às pessoas com deficiência intelectual nos meios de
comunicação e o que tem imperado é a falta de respeito à pessoa com
deficiência intelectual, com o uso indiscriminado da palavra "retardado". É
de se admirar que isso aconteça em um país onde discriminar é crime.

O uso desta palavra no filme em questão (repetida inúmeras vezes) e em
diversos meios ensina abertamente à população e principalmente aos jovens
que pessoas com deficiência intelectual podem ser usadas para escárnio,
chacota e piadas para desmerecimento de alguém, dando a entender que não têm
capacidade e, principalmente, não têm direito à cidadania plena.

Pessoas com deficiência intelectual são pessoas como outras quaisquer, com
suas necessidades específicas, assim como você. Por isso, não entendemos o
uso da palavra "retardado" para qualificar e zombar, diminuir, desvalorizar
e desqualificar, quando a imprensa formadora de opinião deveria estar junto
conosco, combatendo preconceitos.

Os produtores do filme (a poderosa Dreamworks, de tantos sucessos) acham que
ofender os outros é apenas uma forma cômica de ganhar dinheiro. Os recursos
esperados após uma produção, poderiam ser arrecadados através de linguagem,
que respeite o cidadão independente de suas diferenças. O cômico pode ser
alcançado de forma inteligente, sem ofensas, atingindo um contigente
inimáginável.

Por favor, NÃO JOGUE FORA O SEU DINHEIRO com coisas desse tipo. Baixa
arrecadação é a única linguagem que a indústria do cinema conhece para
reconhecer que errou.

Pedimos seu apoio e divulgação dessa mensagem.

Em nome de milhões de pessoas com deficiência, nós agradecemos.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Assinam o documentos mais de 30 organizações ligadas ao processo Inclusivo de Pessoas com deficiência (se alguém precisar dessa lista terei prazer em repassá-la)

Vitor Marques

Nenhum comentário: