VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

10/12/2009

Uma inspiração - "SONHOS E METAS"


Bom Dia amigos(as)

Não é uma mensagem daquelas que vamos receber em grande quantidade neste final de ano sobre Natal e Ano Novo, não é discurso de alguém que acaba de ganhar um "Oscar" ou um grande prêmio, é sim um texto que nos inspira a cada dia comemorarmos um "Dia Novo", a cada dia recebermos o Natal (Renascimento) em nossos corações

Obrigado ao autor pela inspiração

Vitor Marques



--------------------------------------------------------------------------------

Por Oscar Schild (Fonte news letter <> E-zine - Liderança)

Para uns, sonho é a pré-materialização do desejo; para outros, metas é o caminho a ser percorrido. Para mim, somente trocam-se as letras; o significado é o mesmo. Depende de como formulo o sonho ou a meta.

Adoro o Ford Fusion. Como não posso tê-lo: um sonho? Digo que o comprimento dele é maior que o espaço em minha garagem - uma pequena fuga para algo que não posso realizar, mas não deixo de sonhar. De outro lado, posso colocá-lo como meta a ser cumprida; não vou descansar enquanto não o comprar, mas isso tem um elevado preço, e não estou falando do econômico, o da compra em si.

Refiro-me ao estresse intenso que terei de passar para poder ser dono de um. Serão meses de sufoco, de desvio de numerário para uma suposta poupança, deixarei de fazer coisas simples esperando juntar muito dinheiro.

Vale a pena trabalhar uma vida inteira para, ao seu fim, na aposentadoria, usar o que conseguiu para tratamento médico? Não estou dizendo que devemos fazer como a cigarra, mas ser somente a formiga, na busca desenfreada por alimento, não está certo.

Esses dias, falei com o Milão, um morador de Santa Cruz do Sul. Ele tem uma posição parecida como a minha. Se quero algo, vou atrás e não paro até conseguir. Minha mente decide, meu corpo obedece e, se quero, consigo. Lógico que nem sempre tudo o que desejo (sonhos ou metas) vou conseguir, mas pelo menos tenho a convicção de que tentei, de que fui ao encontro, não desisti.

Caminhando com ele, em uma manhã ensolarada, percebi que sonho e meta são iguais, pelo menos para mim. Se, ao acordar, eu não tiver um sonho a realizar ou uma meta a cumprir, o que estou fazendo nessa encarnação? Passei muitos anos de minha vida servindo outros, deixando de lado meus sonhos, esquecendo-se das minhas metas. Foram anos de planejamento e, num instante, cedo às necessidades e aos desejos de outros (filhos, família, emprego, sociedade, etc.). Por natureza, o homem é egoísta, mas tenho a certeza de que já estou superando esse estágio de minha vida.

Sonhar é viver acordado, procurando tornar a irrealidade em matéria; metas é viver dormindo, transformando a matéria em calor humano, tentando dar sentido à busca enfreada com a qual somos obrigados a conviver, na ânsia de encher os bolsos de dinheiro - o que jamais irá dar a felicidade que encontro em um sorriso, num abraço e, o que dizer, num beijo?

Minha filha Júlia, quando quer, abraça-me de tal maneira, grudando em mim, que pode desmoronar um edifício ao meu lado, explodir uma bomba atômica perto... que não sinto nada. Somente sinto seu calor e seu amor nesse abraço, tornando meus sonhos em realidade, minhas metas em satisfação.

Fico mais vivo, mais elétrico e, por que não dizer, tonto de felicidade tal qual é a energia que emana desse abraço. Sonho todos os dias, todas as noites, vivo de sonhos, tento cumprir as metas, mas tenho a certeza de que, enquanto os tiver, sonho ou meta, cumpro minha obrigação, sigo meu caminho, percorro o meu destino, porque o destino não nos espera, o destino se faz.

Um comentário:

Marilda disse...

Tenho sonhos...
mas agora farei deles
"metas"
assim ficarão mais facil de realiza-los.
Amei seu blog e muito mais
o conteúdo,parabéns!!!
Enorme abraços
*M*