VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

11/08/2015

A ESPERANÇA DO FORMIGUEIRO – TORRÃO DE AÇUCAR

Havia algumas semanas que nenhuma comida se apresentava próximo ao formigueiro, em razão disso o estoque de alimentos estava a cada dia diminuindo mais e mais, colocando em risco toda a comunidade do formigueiro residente naquele local.
A rainha das formigas muito preocupada determinou que as melhores caçadoras de comida se preparassem para expedição arriscada, uma saída além dos limites do formigueiro, uma verdadeira expedição de guerra foi preparada: as couraças das formigas caçadoras foram polidas, cada pata foi revisada, água para a caminhada foi reservada, quando tudo estava preparado um ultimo item da lista de providências foi checado,” comida para a jornada”.
Nesse momento que as formigas responsáveis pelo estoque de comida constataram que se o ultimo torrão de açúcar fosse cedido à patrulha caçadora, bem, se ele fosse cedido todo formigueiro seria prejudicado com a falta desse item essencial à sobrevivência do formigueiro, o que fazer?
Não houve nenhuma formiga que pudesse dar a solução, pois sem comida para a longa ornada as formigas caçadoras não teriam como cumprir a missão a eles dada. Sendo assim a rainha do formigueiro foi consultada sobre o assunto e ela assim se pronunciou:
Caras súditas, se precisamos buscar mais comida fora dos limites de nosso reino temos que investir nossas energias, nossa inteligência e nossas esperanças nessa tarefa. Todos terão que fazer parte desse projeto, de nada adianta colocar nossas irmãs caçadoras do lado de fora do formigueiro com a responsabilidade de trazer a solução para nossa fome, se nós aqui dentro não estivermos comprometidos com a missão. Todas nós temos que contribuir, de nada adianta querer apenas receber sem fazer, de nada adianta exigir se não contribuirmos, portanto decreto: O ultimo torrão de açúcar será dividido em três partes: a primeira será dada às caçadoras, a segunda ficará para ser dividida entre a comunidade do formigueiro e a terceira será guardada como reserva para emergências.

Tendo dito isso, as súditas assim procederam e a formigas caçadoras saíram em missão, passados alguns dias, quando as ultimas provisões do formigueiro se esgotavam eis que chegam as formigas caçadoras, exaustas. Traziam em seus ombros pesadas cordas que arrastavam vagarosamente, todas as formigas estavam anciosas para verificar se a missão havia sido um sucesso, eis que depois de anto esforço na posta das cordas, devidamente amarrado havia um torrão de açúcar de tamanho nunca antes visto, suficiente para prover toda comunidade do formigueiro por vários meses. A rainha veio ao encontro das caçadoras e perguntou: Como vocês, apenas uma patrulha, conseguiram trazer ao formigueiro tão enorme torrão de açúcar?

O coordenador do grupo de caçadores assim falou: Andamos por muitos e muitos quilômetros a procura de alimentos, nossa provisão de açúcar acabou, pensávamos em todos vocês aqui no formigueiro que precisavam de nossas forças e nosso foco se prendeu a terceira parte do torrão de açúcar que aqui ficou, essa foi a diferença, nunca desistimos de ter mais uma opção, fomos em frente unidas pelo objetivo comum e acabamos encontrando o que procuramos.

As formigas trabalham em equipe, direcionam todas as tarefas, dividem entre sí e se comprometem com o resultado final, a sobrevivência, dessa forma permitem que não sobrecarreguem uma as outras.

Nas empresas essa forma de conduzir o trabalho em função das metas deveria ser observada, buscar o bem comum compartilhando e contribuindo individualmente para os objetivos necessários e compartilhados levará cada organização à sobrevivência. Mesmo à distância todos devem estar comprometidos e valorizar cada parte em função do todo, só assim haverá cumplicidade e a grande possibilidade das conquistas previstas.

Nas empresas não é possível deixarmos o estoque apenas com o ultimo torrão de açúcar, é fundamental manter o estoque em alta, o estoque de Talentos, de pessoas capazes de saírem além dos limites e buscar soluções, de estarem comprometidas com cada membro da equipe e ao mesmo tempo de serem desbravadores de novos caminhos. Sucesso!

Palestrante Vitor Marques
E-mail: vitormarquesy@yahoo.com.br
Blog: www.vitormsmarques.blogspot.com
Facebook - https://www.facebook.com/palestrantevitormarques?ref=bookmarks

Nenhum comentário: