VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

04/05/2017

O NOVO “SER HUMANO” ESTÁ SENDO MOLDADO


TRANSFORMAÇÕES QUE NÃO SE VÊ MAS SE SENTEM...

Estamos testemunhando a transformação das relações humanas e por consequência a história comportamental que vínhamos tendo evolutivamente ao longo de nossa existência na face de nosso planeta, ou ainda com muitos acreditam, da nossa criação por Seres Divinos e até extraterrestres.
Internet e outros mecanismos de comunicação vem transformando a forma com que nos relacionamos; como absorvemos e disseminamos o conhecimento; como interagimos com as pessoas. 

Hoje falamos simultaneamente com pessoas de todo planeta; sabemos o que acontece a cada segundo em qualquer parte do planeta e até fora dele; podemos dar nossas opiniões a respeito de tudo e o pior: de todos; somos repórteres de nossa vida e da vida dos outros; ficamos na soberba de que com esse poder tudo podemos e tudo sabemos; “educamos” nossos filhos e netos com a terceirização do computador, tablete e celular; somos agentes de recepção e emissão de opiniões sobre passado, presente e futuro, enfim pensamos que temos o “poder” mas na realidade me parece que somos escravos de nossa falta de mobilidade comportamental e física.
                                                                                                                

Segundo Marcelo Lacerda, pioneiro da Internet no Brasil: “Estamos inventando um novo ser humano. A realidade virtual é uma escala inimaginável de transformação”, no contexto dessa transformação a afirmativa é de que a fronteira não é mais online e offline, passa a ser, então, a realidade real e a virtual.

É fato de que o universo em que esse novo Ser Humano vem sendo moldado confundem as transformações físicas / materialistas e as transformações comportamentais, elas são separadas e ao mesmo tempo integradas. É previsto que vai chegar um momento em que não notaremos a diferença entre essas realidades, virtual e real. Será que estamos preparados para assimilar isso.
Por outro lado mais que 2/3 da população mundial não tem condições sociais de se desenvolverem nesse mesmo contexto de velocidade e oportunidade, assim teremos ao longo dos anos maiores diferenças entres esses grupos. Enquanto muitos estarão atuando na linha do imaginário realístico, com ferramentas modernas de desenvolvimento de comunicação, muitos nem um simples telefone terão à sua disposição, poderá existir um mundo dos Transformados e dos Alienados digitais, um mundo separado por aqueles que se imaginam superiores em seus pedestais de sabedoria e outros que sem acesso a essas plataformas de “desenvolvimento” ficarão cada vez mais longe dos primeiros.
Mas aqui cabe uma pergunta: O que você deseja para você? Onde você quer levar sua transformação comportamental e qual será sua herança para a sua descendência (filhos, netos)?

No seu entendimento qual é o caminho que pretende percorrer, abandonar as práticas do “pé no chão”; do contato da pele a pele, olho a olho; da cadeira na porta da casa a tardinha para apreciar o pôr do sol; ou da internação à frente de uma tela para viajar pelo mundo; opinar, relatar ou simplesmente escutar.

Há um fato a considerar, NÃO HÁ MAIS VOLTA, os caminhos estão sendo traçados dia a dia e percorrê-los é obrigatório porque aqueles que assim não o fazem tem somente duas opções, escolher um dos dois grupos que já mencionei: Os Transformados ou os Alienados digitais.

A sabedoria está em não se escravizar em nenhum deles, no equilíbrio e na sensibilidade de ajudar aos outros a se transformarem da mesma forma. Contra a evolução tecnológica não há luta, você viu já internet nascer, morrer, agora estamos na era dos aplicativos e redes sociais. O que vem depois? O próximo capítulo, que está bem no início, é esse momento de invasão cognitiva do digital. A gente vai viver um negócio que é o tal do AR, ai cada dia será uma nova aventura a explorar.

Espero estar nesse caminho, nos primeiros passos, porque a Humanidade continuará a evoluir e espero que possa fazer com que todos os Humanos estejam no mesmo barco, um sonho a ser concretizado, creio que não na minha geração e até mesmo não na de meus filhos e netos, mas a eles dou a incumbência de transformarem o mundo, sucesso a todos vocês!

Avante em cada dia de nossas vidas para obtermos a Atitude Transformadora!

Sucesso a Todos

Vitor Marques
Executivo de RH, Consultor e Palestrante

"Ao invés das crianças nascerem com o cordão umbilical biológico de conexão com suas mães, no futuro, elas nascerão com um cabo de "fibra óptica" de conexão com elas e com o planeta"
(Vitor Marques)

Nenhum comentário: