VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

04/06/2008

NETWORKING – Das cavernas a outros Universos

Caros amigos

Cada vez mais observamos a valorização do networking na atual conjuntura humana, mas vamos abordar nesse artigo algumas particularidades sobre o tema.

Vejamos, o ser humano oriundo das cavernas acabou por perceber e sentir a necessidade de desenvolver a linguagem de comunicação, passando do gestual, pelos desenhos até chegar ao desenvolvimento da fala; tudo isso baseado nas mesmas razões que hoje lutamos todos os dias de nossa vida - pela sobrevivência.

Por essa razão evoluir em condições físicas e mentais, estabelecer estruturas sociais em sua caverna, aliás foi o local de inauguração do primeiro organograma organizacional surgindo o primeiro chefe, a evolução levou o homem a buscar o relacionamento com outros grupos em outras cavernas, e isso era extremamente difícil, pois a evolução era distinta em cada uma delas, e mais uma vez o poder de adaptação da raça humana nos levou a reorganizar a comunicação e assim estabelecer novas formas de relacionamento entre esses grupos distintos, mas ainda assim a humanidade percorria distâncias geográficas insignificantes e os fatores da proximidade entre os grupos facilitavam essa comunicação.

A evolução e quantidade de humanos continuava a pressionar a humanidade, pois a sobrevivência ia se tornando cada vez mais difícil, o que obrigou que esses povos percorressem maiores distâncias e encontrassem outros grupos ainda mais diversificados na sua formação e diversidade, pois estes também já eram resultados da soma de diversos grupos.

Agrupavam-se em aldeias, depois em vilas – surgiu então a PRAÇA, primeiro movimento democrático, onde todos integrantes de uma comunidade podiam colocar seus problemas, suas necessidades e suas idéias para o futuro abertas a todos, todos participavam das soluções e contribuíam com suas idéias – ali também escolhiam seus líderes, desenvolviam sua proteção continuando a lutar pela sobrevivência.

As cidades surgiram, pois cada vez mais a quantidade de humanos se proliferava. Por regiões e continentes diversificados, as culturas de fundiam e se conflitavam na medida em que a comunicação não se estabelecia adequadamente...mas a PRAÇA continuou a persistir em todos os agrupamentos de humanos, chegando até hoje, mas sem o uso que originalmente fizemos delas.

Pulamos centenas de anos na evolução humana e chegamos nos dias de hoje, com a globalização, a internet (aliás é o retorno da PRAÇA, um local onde todas as opiniões cabem e onde todos poderão ser e estar) – cada vez mais a comunicação é o foco dos humanos – mas, em explicação sumária NETWORKING continua a ser aquilo que desde as cavernas nós humanos praticávamos, nos relacionamentos, nas ajudas mútuas, na busca de parceiros, nas tentativas e acertos ao expandirmos os horizontes.

O NETWORKING é isso, a constante e eterna luta pela sobrevivência, qualquer que seja o nome atribuído a necessidade de relacionamento entre nós - humanos, ainda assim dessa atitude na prática do relacionamento dependerá nossa SOBREVIVÊNCIA – portanto se você ainda tem dúvida se o NETWORKING é importante diria apenas :

Imagine se amanhã os noticiários anunciarem que a humanidade acaba de descobrir que um grupo de Extra Terrestre que está se dirigindo ao nosso planeta. Uma das primeiras coisas que pensaremos é como nos comunicaremos com eles e a segunda coisa será:

- O que eles poderão agregar ao nosso conhecimento e as nossas chances de sobrevivência?

Portanto, do NETWORKING ou qualquer outro nome que emprestemos a esta necessidade de relacionamento entre todos seres vivos – depende sua sobrevivência e daqueles que posteriormente a você estarão nesse planeta prosperando e evoluindo.

Cronologia:

1º homem> 2ºhomem> 3º homem> 1º Grupo> Sobreviver> Comunicar> Crescimento e Expansão> Encontro 2º Grupo> Comunicação > Sobreviver >Aldeia > Vila > PRAÇA > Cidade > sobreviver > NETWORKING > Outros planetas, outras civilizações >

SOBREVIVER...........................................................................

Vitor Marques
Gestor de Pessoas, Consultor de RH e Palestrante
vitormarquesy@yahoo.com.br

Um comentário:

Thomas disse...

Vitor,
Concordo plenamente, mas o que vejo das pessoas é o contraio, isto é o medo de sair da sua caverna pessoal, medo de relacionar com pessoas, o brasileiro tem "vergonha" de encontrar pesoas desconhecidas, esquecendo que é somente atraves da pessoa desconhecida que aumentamos o nosso grupo de "conhecidos". Chegando os "ET´s" quero estar na frente entregando o meu cartão e perguntando "Tem um cartão de visita?"