VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

29/07/2014

O QUE SE PASSOU NESSE PAÍS DEVE TRANSFORMAR SEU POVO


“NÃO TORCEMOS POR UM TIME DE FUTEBOL COMO FIEL DA BALANÇA PARA SER FELIZ OU NÃO!

SOMOS UM POVO E TORCEMOS SIM POR UM PAÍS, POIS É NELE QUE VIVEMOS MUITO MAIS QUE CAMPEONATOS PONTUAIS, NELE VIVEMOS UMA VIDA TODA”

O futebol que embriaga todo um país tem poder de mudar a fisionomia de um povo, veja, nessa ultima quarta feira pela manhã nas ruas da cidade o verde e amarelo se escondeu, nos rostos daqueles que saíram de casa estampava-se a decepção e tristeza. Foi possível ver algumas camisas da seleção alemã, exibida ou por protesto ou por seus descendentes.
Nas mídias sociais uma mistura de protesto, alivio pelo país não ser sido escondido em suas deficiências por uma vitória no futebol, muitos colocavam as piadas de plantão tipo: “Nem a Volkswagen faz 5 gols em meia hora”, “O time inteiro jogou igual ao Fred”, e por ai vai.

Meus caros leitores, esse tal de futebol que já maquiou tantas desventuras mais uma vez fez das suas, TRANSFORMA Pessoas, Governos e Vidas, esconde em suas vitórias a podridão de tantas derrotas: Na educação, na saúde, no profissionalismo, na moradia, na igualdade entre as Pessoas que não se vê. Dessa vez o investimento de políticos perdeu-se numa herança negativa: Contas altíssimas a pagar nos próximos anos que serão apresentados à população durante as campanhas politicas que se avizinham e a vitória que não veio não esconderá isso.

Meu Povo, precisamos de mais consciência em nossas VIDAS para TRANSFORMAR nosso presente e futuro. O futebol é ópio do povo, eu torci, mas torci pelo esporte e não como ele é usado contra o Povo. Claro que sempre queremos ganhar, em tudo que fazemos, mas antes de tudo precisamos ser melhores e exigir melhores condições para nosso Povo.

Temos que seguir o exemplo do Beija Flor, vejam: “Certa vez houve um grande incêndio em uma floresta, e todos os bichos saíram em debandada, mas uma beija flor fazia o caminho inverso, ia a um rio enchia seu pequeno bico com agua e voava em direção do incêndio, isso chamou a atenção de um elefante, que perguntou se ele tinha noção do tamanho do incêndio, a resposta foi categórica, não eu não sei mas estou fazendo a minha parte.”

Chega então uma nova COPA DO MUNDO, mas não de futebol, uma COPA para eleger um novo presidente, novos dirigentes desse país, mas se você não for o Beija Flor, nada acontecerá para TRANSFORMAR nossas derrotas, que são tantas, em VITÓRIAS.

Se suas ações depois de um esforço te derem a sensação de dever cumprido, a possibilidade é que terás sentimentos semelhantes a essa frase de Nelson Mandela: “Se eu tivesse meu tempo de volta, faria a mesma coisa novamente”. Como o próprio Mandela falou: "A morte é algo inevitável. Quando um homem fez algo que considera ser um dever com as pessoas de seu país, ele pode descansar em paz." Pense nessa frase trocando a palavra país para família.

Hoje, ao contrário da tristeza que mencionei no inicio desse artigo quero trazer a MOTIVAÇÃO de irmos em frente, de transformarmos nossa cidade, nosso estado e nosso País, com herança palpável para nossos descendentes. Com certeza iremos jogar novos campeonatos, e não só de futebol, vamos Jogar o campeonato de melhor educação, da melhor saúde para o Povo, das melhores práticas de sobrevivência profissional, de tantos campeonatos que temos pela frente. Seremos melhores e CAMPEÕES, dando exemplo do que deve ser dado como exemplo, NOS TRANSFORMAREMOS EM UM PAÍS A SER COPIADO E NÃO NUMA CÓPIA DO QUE NÃO DEVE SER COPIADO.

Ao contrário do que uma das piadas do jogo do Brasil falava: “Não devemos ir mais a padaria porque o “sonho” acabou”, quero fechar esse artigo afirmando.

“UM SONHO QUE SE SONHA SÓ É APENAS UM SONHO, MAS SONHOS QUE SONHAMOS COMO UMA POPULAÇÃO QUE SABE O QUE PRECISA E QUER, TORNA-SE REALIDADE”

Nenhum comentário: