VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

24/08/2015

ESCADAS NÃO TEM CORRIMÃO - CARREIRA!

A era da transformação tecnológica e humana é um fato, velhos conceitos são substituídos regularmente por outros numa velocidade absurda, o velho não é considerado algo de 2, 3, 10 anos atrás, o velho pode ser algo de ontem mesmo, substituído por algo que se porta como MUDANÇA IMEDIATA.

Essa velocidade especialmente nos processos faz com que as carreiras dos profissionais não devam ser estáticas, especialmente na forma de pensar no trabalho. Lembra-se ou viu nos livros de história que antigamente a relação de fidelidade entre empregados e empregadores, onde a longevidade da relação era fato e nela se depositavam todas as “fichas”, pois bem isso sim é coisa do século passado, quebrou-se esse código. As empresas precisaram se tornar mais ágeis, dinâmicas, adaptativas, camaleônicas, pois caso assim não agisse toda a competitividade estaria comprometida e por consequência sua existência.

Essa transformação começou a levar aos profissionais a sensação e a necessidade de ser responsáveis por suas carreiras, por sua vida profissional o que levou a consequente afirmativa: Eu sou responsável pela minha carreira, eu crio meus diferenciais técnicos e comportamentais para assumir menor ou maior Empregabilidade, mas não só no que tange a ter mas principalmente a manter os níveis de empregabilidade sustentáveis e atualizados, ora, se a mudança que falei ao iniciar esse artigo é fato, atualizar-se e manter os níveis competitivos de empregabilidade torna-se um desafio diário e adaptativo.

A cada momento histórico pensamos e devemos refletir sobre o impacto social que mudanças ocasionam, vejam que atualmente o aumento da longevidade humana, superior aos patamares do século passado, faz com que aquelas carreiras que tinham tempo de vida útil de 30 anos hoje devam ser repensadas, prorrogadas, até por que os movimentos de sustentação do profissional chamado de aposentadoria estão cada dia mais em defasagem com a real necessidade das pessoas, sendo assim manter-se empregado, ativo profissional torna-se imprescindível.

Um dos caminhos que cada dia mais se torna percorrido pelos profissionais pós-emprego e até mesmo durante são os caminhos do empreendedorismo, da consultoria, da sociedade inteligente, do transmissor de conhecimento, do conselheiro, enfim da pessoa experiente que acumulou conhecimento, técnica e capacidade e que pode mover sua carreira por muitos anos e diria até os últimos dias de vida produtiva.

O perfil do profissional quer seja aquele formal relativo ao emprego quer seja aquele ligado as diversas tendências da empregabilidade em nuvem, sim, empregabilidade em nuvem que abrange não só o “quintal do profissional”, mas sim toda uma coletividade universal interligada por necessidades e objetivos em parte comum e em parte individual. No trabalho, a capacidade de produzir não tem e nem terá limites, o universo é o limite infinito, mas tudo isso ainda esbarra na responsabilidade que cada profissional tem em se atualizar permanentemente, em aprimorar sua carreira, entenda-se por carreira o conjunto de ações, atitudes e buscas para aprimoramento continuo.

O profissional atualmente deve viver em função de “projetos” tanto aqueles relativos ao desenvolvimento da carreira quanto aos das organizações que representa, o profissional é popstar, é ele que traz os holofotes para si e atrai “investidores” em matérias e de ideias no principal argumento que nos traz aqui - INOVAÇÃO.

O profissional deve compreender essa particularidade da independência inovadora de carreira profissional, da atuação ética do saber, desenvolver e propagar. Cada um de nós tem inúmeros desafios, os superaremos um a um e um após o outro numa torrente contínua , hoje não há o momento da parada, a carreira corre em ato contínuo, o basta profissional é relativo para cada um de nós mas a certeza de que é duradoura e que não importa se servimos a uma instituição ou a nós mesmos, aliás sempre o faremos, o importante é que temos nossa própria decisão e a busca continua pela Felicidade.

Vitor Marques - Executivo de RH, Coach, Consultor e Palestrante

Contatos: vitormarquesy@yahoo.com.br www.vitormsmarques.blogspot.com

Nenhum comentário: